quinta-feira, 23 de agosto de 2012

O MANTO


Quando a conversão precisa de conversão? Ouvindo o que Jesus disse em suas caminhadas em vários textos dos Evangelhos, observo que muitos de nós que nos dizemos crentes ainda carregamos um manto. Sim um manto que precisa ser largado. Sabe aquelas crianças que carregam seu paninho e tem muita dificuldade para largar... Pois é assim que muitos de nós estamos. Este manto serve para encobrir muitas coisas em nós, coisas estas que deveriam ser abandonadas quando nos convertemos. Basta dar uma boa olhada no sermão do monte, que veremos que este manto que carregamos, esconde em nós muitas discordâncias com o texto.
Evidente que existem os que conseguiram se livrar do manto, e passaram frio, mas seguiram confiantes no calor do Amor de Jesus, deixando o manto caído em algum lugar após sua conversão. Toda via a grande maioria de nós, ainda se enrola no manto. O manto da aparência de santidade e todos podem ver.

O que o seu manto esconde? Quantas coisas você carrega ai embaixo? Observando as palavras de Jesus vemos que “se te pedirem a capa, dê também a túnica,” passa despercebido pela maioria dos irmãos. Isto só para citar uma parte do sermão. Dar a outra face para maioria dos “cristãos” é apenas um livro do Sidiney Sheldon. O manto que muitos de nós carregamos não nos deixa vermos como somos realmente. Serve para encobrir, e não para aquecer. Ele apenas nos atrasa em nossa caminhada para Jesus. É uma tentativa humana de se manter encima do muro. Dizendo-se de Cristo, mais querendo guardar coisas para quando o dia mal chegar.
Mais o dia mal é este! O dia mal é o de quem se enrola no manto da cristandade se observar a Jesus. O dia mal é o de hoje para os que passam a largo de um pedinte, porque não pode compartilhar o que tem, por ser muito ou por ser pouco. O manto não apenas encobre como permite que embaixo dele, criemos um prosélito que nos torna duas vezes mais filhos do inferno. Por carregarmos o manto não nos enxergamos como somos e como estamos e a distancia que ainda nos separa da verdade.
O manto nos deixa em uma zona de conforto, onde apenas o calor que ele nos proporciona importa. Dentro do manto, somos “senhores e reis” de nós mesmos e de todos os que quiserem ficar embaixo de nosso manto ou outros que trazemos para se aquecer em nosso reininho do manto. O manto serve de adorno, a tal ponto de colocarmos nele grandes franjas para que fique sempre mais bonito que os outros mantos. Olhamos para o nosso manto com um prazer enorme e defendemos a utilização dele. Afinal o tempo pode sofrer intempéries. O manto é visto como algo bom e útil por nós e a alguns que gostam tanto do manto, que já não enxergam mais a Jesus e só  manto. Foram tantas franjas tecidas em volta do manto que encobriu a visão externa e o manto se tornou uma tenda, onde trabalhos são feitos e despachos entregues em nome de Jesus.
Você que esta lendo isto, pode estar falando que sou um herege, pode estar olhando o seu manto e não vendo nele nada de mais.  Se este for o caso olhe bem e sinta o cheiro do manto... Observe como está imundo e cheio de traças, ainda que você o limpe e coloque adornos por fora, o lado interno sempre esta imundo. É difícil largar o manto. Sem ele, o manto, estamos praticamente nus. Mais assim como as crianças largam seu paninho é necessário largarmos o manto.
Eu já larguei meu manto a algum tempo, mais de vez enquanto me pego tecendo um paninho e se deixar eu faço um manto. Mais pela Graça, Jesus rasga meus paninhos e me cobre como um manto de dentro para fora. Difícil explicar com palavras como cobrir de dentro. para fora, mais sei que Ele, Jesus faz morada em mim e me cobre assim. Mais foi preciso largar o manto e caminhar para o crescimento em Jesus, que quando me viu caminhando me deu alimento solido, me fortalecendo ainda mais. Quando eu era menino, agia como menino, agora cresci e tenho que agir como homem de Deus. Mais foi preciso largar o meu manto, então pude ver e sentir Jesus.
O que está esperando? Jogue fora o seu manto! Você nasceu de novo, é nova criatura, precisa crescer. Largue o manto e deixe a chupeta e a mamadeira e comece a comer comida sólida.  Cresça na Graça e no conhecimento de Jesus em Jesus. Cuidado muitos tem conhecimento de Jesus, mais não estão Nele e ai é apenas um manto de conhecimento, sem ter o que conhece todas as coisas.
No meu Rei Jesus que esta voltando.
Sergio Valle.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário